Como tratar otite nos cães?

Ana Carreira 08 Nov, 2019

A otite é uma inflamação no ouvido e é um problema bastante frequente nos cães. Existem alguns sinais que podem indicar uma possível otite canina e, caso suspeite que o seu patudo poderá estar com esse problema, é importante consultar de imediato um médico veterinário, para tratar a otite. Para poder agir de imediato e tratar a inflamação, é importante, em primeiro lugar, saber quais são os sintomas da otite, de modo a poder identificá-la.

Otite canina: o que é e quais os sintomas?

A otite é uma inflamação no ouvido e pode classificar-se em externa, média ou interna, dependendo da zona onde está a inflamação. A que leva mais tutores com os respetivos cães a uma consulta veterinária por problemas auriculares, é a otite externa. Apesar de existirem raças de cães mais propensas a esta inflamação, como é o caso de cães orelhas pendulares, também os cães com alergias de pele ou a algum tipo de alimentação ficam mais sujeitos a ter uma otite canina. Uma reação alérgica poderá desencadear alterações no pavilhão auricular, o que poderá originar uma otite.

Existem alguns sinais que podem indicar que o seu cão está com otite. Os cães com inflamações auriculares têm tendência para coçar mais as orelhas, abanar mais a cabeça (como se estivessem a sacudir-se) e a zona interna do ouvido tem cera, que, em alguns casos, pode ser mais escura do que o habitual. O mau odor dos ouvidos pode ser outro sinal de otite canina, assim como andar com a cabeça de lado, ou manifestar dor quando lhe tocam nas orelhas. Se o seu patudo apresenta algum destes sintomas, é importante levá-lo a uma consulta, para ser avaliado por um médico veterinário.

As causas para uma otite canina são muito diversas. Podem estar relacionadas com a presença de humidade nos ouvidos, com temperaturas ambiente mais quentes, com alergias, fungos, bactérias, entre muitas outras causas. Em consulta, o médico veterinário observa os ouvidos do cão e retira amostras de cera, que são posteriormente analisadas. Depois de uma avaliação e de perceber qual a origem da infeção, o próprio médico indicará qual o tratamento mais adequado, pois depende sempre de cada caso.

Como tratar a otite nos cães?

Quando o cão já tem uma otite, a limpeza dos ouvidos não irá tratar a infeção. Para tratar uma otite, terá de ser o médico veterinário a prescrever a medicação, se necessária, após a avaliação. As otites podem ter diferentes causas, por isso, para tratar, é preciso saber o que desencadeou a otite, de modo a aplicar os produtos indicados. O tratamento é local, ou seja, com produtos aplicados diretamente nos ouvidos, mas alguns cães podem necessitar também de medicação oral.

No caso de a otite canina ser de origem alérgica, é importante perceber o que está a causar essa reação. Por exemplo, se a alergia for alimentar, o médico veterinário poderá sugerir alterar a ração do seu cão. No caso de ser por algum fator ambiental, será importante minimizar o contacto do seu cão com ambientes propensos a originar otites caninas.

Como prevenir a otite canina?

Em cães que costumem ter otites frequentemente, é importante, depois de saber qual a causa, evitar alguns comportamentos de risco. Se a causa é uma alergia alimentar, certamente que foi já aconselhado pelo médico veterinário a alterar a ração do seu patudo. Mas existem outras causas que poderão ajudar a minimizar o risco de otite nos cães.

Quando der banho ao seu cão, poderá ser necessário colocar alguma proteção para os ouvidos. No final do banho, é essencial secar muito bem as orelhas do cão. A humidade dentro dos ouvidos poderá ser uma das causas da otite canina. Caso tenha o hábito de tosquiar o seu patudo, não corte os pelos na zona dos ouvidos, pois esse são essenciais para proteger os ouvidos dos cães. No entanto, depende sempre do cão, pois podem existir casos em que seja aconselhado o corte dos pelos. Deve sempre aconselhar-se junto do veterinário, de modo a saber o que é mais adequado ao seu patudo.

É igualmente importante manter a higiene auricular dos cães: limpar os ouvidos do seu patudo, pelo menos, uma vez por semana poderá ajudar a minimizar a incidência de otites. Para a limpeza dos ouvidos, poderá utilizar compressas embebidas em alguma loção indicada pelo médico veterinário.

As visitas regulares ao médico veterinário são essenciais, para que o seu patudo tenha uma vida saudável e, claro, feliz!

Comentários

Deixe o seu comentário