Como educar um cachorro

15 Out, 2019

Como educar um cachorro é uma das principais preocupações de um tutor, principalmente acabou de adotar um animal de estimação. Educar um cachorro pode ser uma tarefa bastante desafiante, mas é essencial para que, de futuro, seja um cão emocionalmente equilibrado e feliz. Ensinar o cachorro onde fazer as necessidades, a ficar quieto quando assim tem de ser, a andar à trela ou a vir ter consigo quando o chama são apenas algumas das regras básicas que lhe deve ensinar logo desde cedo. A partir daí ficará mais fácil ensinar-lhe outros truques ou regras às quais queira que ele obedeça. Deixamos-lhe algumas dicas que podem ajudá-lo nesta tarefa de educar um cachorro.

Educar pela positiva

Antes de mais, é sempre importante relembrar que a educação tenha por base o reforço positivo. As punições apenas irão deixar o seu patudo assustado, podendo mesmo torná-lo num cão agressivo. Além disso, ele nem sempre irá entender por que lhe estão a ralhar. Por exemplo, se ele fica em casa sozinho durante todo o dia e urinou fora do local adequado, de nada adianta ralhar-lhe, pois ele não saberá o motivo, dado que já deverão ter passado algumas horas desde que isso aconteceu. Agarrá-lo e meter o focinho dele na urina não é, de todo, uma opção: além de deixar o seu patudo com medo, esse ato poderá transmitir-lhe bactérias, podendo ser o mote para o desenvolvimento de possíveis problemas de saúde.

Por isso, é fundamental educar o seu cachorro sempre tendo como base o reforço positivo. Quando ele lhe obedecer, ou sempre que se portar bem, recompense-o com biscoitos, carícias e brincadeiras - a regra mais simples à qual ele obedecer é, para o cachorro e também para o tutor, uma conquista! E quando ele perceber que é recompensado, irá obedecer com mais facilidade e estará sempre pronto para fazer o que o tutor lhe manda. Assim, o cachorro estará sempre motivado para aprender.

Nesta fase de crescimento é essencial que dedique momentos específicos para educar o seu patudo e que ele entenda que aquela é a hora em que vai estar exclusivamente dedicado a isso. Para isso, pode sinalizar esse momento com o clicker, através de um som escolhido por si, por exemplo, uma sequência de cliques que o faça perceber, ao longo do tempo, que está a começar o treino - uma ideia é fazer três cliques seguidos. Ao finalizar, deve fazê-los novamente. Desta forma, com a continuação, ele vai perceber que esse som diz respeito ao início e fim do treino.

O que deve ter consigo ao educar o cachorro

O mais importante: biscoitos, para as recompensas. Ter um clicker também é importante - quando ele obedecer, faça um clique e dê, de imediato, o biscoito. Desta forma, ele irá associar o som do clicker e o biscoito a algo que fez corretamente e irá querer voltar a fazer.

Os materiais que deve ter consigo durante o treino dependem sempre do local onde está. Por exemplo, se optar por um tempo de treino fora de casa, num espaço amplo, será aconselhável colocar-lhe uma trela de treino. Esta deve ser suficientemente comprida, para que ele possa sentir-se à vontade e saber que não está num passeio normal, mas, ao mesmo tempo, deve permitir-lhe ter algum controlo, no caso de algo acontecer, por exemplo, se ele tentar fugir ou quiser correr atrás de outro cão.

Ensinar regras básicas ao cachorro

De modo geral, a primeira regra que os tutores querem que os cachorros aprendam é onde fazer as necessidades. Educar o cachorro para tal, vai sempre depender de onde pretende que ele faça as necessidades ao longo da vida: se o tutor tem possibilidade de ir com ele à rua com frequência, ou se, pelo contrário, passará a maior parte do tempo dentro de casa.

Na primeira hipótese, ao ir com o patudo à rua deve sempre recompensá-lo com um biscoito assim que ele urinar. Tenha em conta que um cachorro tem necessidade de urinar com frequência, por isso, deve levá-lo à rua diversas vezes, em especial depois das refeições. Se, por outro lado, ele passa a maior parte do tempo em casa, é importante ter um local apropriado para as necessidades, longe da cama e da comida dele. Pode colocar um resguardo, ou qualquer outro material absorvente no sítio escolhido. Quando notar que o cachorro está prestes a urinar, coloque-o em cima do resguardo: se ele o fizer, recompense-o; se não, esteja atento e tente mais tarde. Com o passar dos dias, irá perceber quais os sinais do seu patudo que indicam que está prestes a urinar - um deles é cheirar insistentemente o chão. Um atrativo para cães poderá ajudá-lo nesta tarefa de educar o cachorro a fazer as necessidades no lugar correto.

Outro truque que muitos tutores querem ensinar a um cachorro é que ele obedeça quando o chamam. Primeiro, é importante estabelecer qual a palavra que pretende usar para essa regra e deve sempre usar a mesma. Por exemplo, pode usar a palavra "aqui", para ele ficar junto a si. Usar o clicker também pode ajudar, como complemento. Um clique para ele prestar atenção, de seguida a palavra que escolheu e, finalmente, um biscoito como recompensa, se ele obedecer. Este método pode ser utilizado para educar o cachorro noutras regras, por exemplo, a sentar ou a deitar.

Apesar de ser benéfico dispensar algum tempo exclusivamente para educar o seu cachorro, no dia a dia pode aproveitar outros momentos para tal. Por exemplo, durante um passeio recompense-o sempre que ele andar junto de si e não puxar a trela. Desta forma, ele irá começar a aprender a andar à trela e mais facilmente conseguirá ir introduzindo novas regras. Se ele passou o dia todo sozinho em casa e não fez qualquer asneira, recompense-o por isso, mal entre em casa. Dessa forma, poderá ajudá-lo a perceber que nos dias em que não foi recompensado foi porque fez algo menos bom.

É também muito importante que converse com o seu cachorro e, acima de tudo, que associe palavras específicas a cada regra. Com persistência, ele irá entender o que significa cada uma delas. De notar que cada cão tem o seu temperamento que a forma de educar um cão, poderá não resultar com outro. Caso tenha dificuldades em educar o seu cachorro, sugerimos que contacte um treinador especialista, que irá dar-lhe as bases e ajudá-lo-á a educar do seu patudo. E lembre-se: nunca é tarde. Se não o fez enquanto cachorro, vai sempre a tempo! Um cão adulto poderá levar mais tempo a aprender determinadas regras, mas é sempre possível.

Comentários

Deixe o seu comentário