Gato Persa – a raça de gato mais conhecida

Goldpet REDpost 04 Dez, 2018

Em Portugal, os gatos são animais de companhia que estão a fazer cada vez mais sucesso devido à sua independência e higiene. Contudo, há uma raça que ganha destaque, não só em Portugal, como também no mundo: o gato Persa. Adorado por muitos, destaca-se por ser um animal carinhoso, inteligente e esteticamente bonito. O Persa mantém sempre uma postura calma e descontraída.

Conheça, neste artigo, os aspetos mais conhecidos relativos ao gato Persa, nomeadamente as origens da raça, a sua personalidade e os principais cuidados de saúde a ter com o seu Persa.

Origem

Não há dados científicos e históricos que consigam comprovar com exatidão a origem do gato Persa, no continente Europeu, contudo há indícios que surge na Europa, durante o século XVI, sendo descendente de gatos de pêlo comprido e provenientes do Médio Oriente. Há ainda quem acredite que o gato Persa é uma raça de gatos domésticos que se crê ter tido origem na antiga Pérsia.

A forma como chegou à Europa não é consensual entre os diversos historiadores, existindo teorias diversas, ainda assim, há duas teorias que se destacam: a teoria de que o gato Persa chegou à Europa através de Pietro Della Valle, um italiano que poderá ter sido o responsável por trazer os gatos da Pérsia até à Itália; ou a teoria de que poderá ter sido Nicolas Fabri de Peirserec, pertencente à corte real francesa a trazê-los da Turquia.

No que concerne ao primeiro país a acolher os gatos desta raça, parece existir consenso na responsabilização da Grã-Bretanha por este fator. Existem livros que indicam que o gato Persa pertencia a um grupo de gatos conhecidos como “longhair”, não tendo o nome de Persa. Apenas mais tarde ocorreu o desenvolvimento deste gato enquanto raça. Durante este desenvolvimento, a espécie foi evoluindo e ganhando novas caraterísticas até ser aquilo que nós conhecemos hoje. Esta mudança foi proporcionada, principalmente, pelos criadores.

Gato persa branco

Caraterísticas do gato Persa

Apesar de cada gato Persa ser único, há diversas caraterísticas que são comuns à raça. Classificada como uma raça de pêlo comprido, o gato Persa é igualmente conhecido como Longhair, Persian ou Persan.

Caraterísticas Físicas

Esta raça distingue-se por ter uma cabeça redondinha, composta por uma testa e bochechas igualmente redondas. O nariz é curto e achatado. Em contrapartida, os olhos do gato Persa são grandes e vistosos, com cores intensas.

Quanto ao pêlo, o gato Persa carateriza-se por ter um pêlo bastante elegante, espesso, sedoso , largo e fino. Esta espécie é uma das que apresenta uma maior variedade de cores.

No que concerne ao peso, no caso dos machos, poderá variar entre 4 a 6kg e, no caso das fêmeas, poderá variar entre 3 a 5,5kg.

Gato persa

Personalidade

Como mencionado anteriormente, o gato Persa é um gato carinhoso, bastante inteligente e dócil. Relaciona-se muito facilmente com os humanos e com outros gatos, não sendo, no entanto, uma espécie que reclame por muita atenção e carinho.

É uma das espécies de gatos mais aconselhadas para ser ter num apartamento, espaços estes que são pequenos e onde não são permitidos elevados níveis de ruído. O Persa tem um miar raro e, quando o faz, mia de forma baixa. Além disso, por ser um tipo de gato que gosta de estar no seu sossego e tranquilo, não é muito dado a grandes brincadeiras, não necessitando de muito espaço para ser feliz.

Importa ainda afirmar que há sempre exceções há regra e que, apesar de ser este o tipo de personalidade mais comum encontrado nos gatos Persa, cada animal tem a sua própria personalidade. Poderá encontrar gatos Persa mais brincalhões, alegres e ativos. Ainda assim, se procura um animal com esse tipo de caraterísticas, encontra outras raças que serão mais indicadas.

Problemas de saúde mais comuns nos Persa

Gato persa

Há várias doenças que são comuns aos demais gatos existentes, no entanto é possível identificar quais os problemas de saúde que se manifestam mais vezes na raça de gatos Persa, nomeadamente:

  1. Corrimento Lacrimal: Esta raça tem particularidades muito próprias, nomeadamente, a sua fisionomia que vai fazer com que o Persa seja mais propenso a contrair problemas nos olhos. Deve, por isso, limpar diariamente os olhos do seu gato. É importante criar este hábito no Persa, uma vez que é um gato que lacrimeja bastante devido à sua cara achatada que obstrui o canal de dreno do olho. Em caso de corrimento excessivo, deverá levar o gato a um veterinário para que possa seja diagnosticado o melhor tratamento possível.
  2. Tricobezoar: Também conhecida como bola de pêlo, carateriza-se pela acumulação de pêlos dentro do estômago e no trato digestivo do gato Persa formando, consequentemente, bolas de pêlo. Por forma a evitar este problema, a escovagem deve ser feita todos os dias. Utilize uma escova adequada para não estragar o pêlo e escove o gato no sentido do mesmo, exceto nalgumas ocasiões para eliminar pêlos mais soltos.
  3. Problemas respiratórios: O seu focinho achatado torna suscetível o desenvolvimento de problemas do foro respiratório. É, por isso, um gato sensível a elevadas ou baixas temperaturas, bem como a ambientes secos ou com excesso de humidade.

Outros aspetos

O gato Persa é considerado um gato bastante asseado e limpo e, por isso mesmo, é fácil mantê-lo cuidado. Ainda que os banhos não sejam obrigatórios em gatos caseiros, poderá fazê-lo periodicamente.

Um outro aspeto importante nesta raça é o tipo de alimentação seguida. O gato Persa deve manter uma dieta equilibrada e controlada, com alimentos que tenham em conta as sensibilidades desta espécie.

Comentários

Deixe o seu comentário