Canários: conheça tudo sobre esta espécie popular de pássaros

Alexandre Faustino 07 Ago, 2019

Os canários são pássaros bastante populares, não só devido às cores tão características deles, como também ao canto. O nome "Canário" tem origem nas Ilhas Canárias, de onde eles são originários. Existem várias espécies de canários, dividindo-se entre canários de cor, de canto, de porte e silvestres. Fique a conhecer algumas curiosidades sobre estes pássaros e, caso tenha um canário em sua casa, saiba também como lhe pode proporcionar uma melhor qualidade de vida.

A cor do canário

Certamente que já ouviu a expressão "amarelo-canário" - uma das características mais populares nestas aves é a cor, sendo o mais conhecido o amarelo, e quando alguém usa esta expressão refere-se à cor amarelo vivo, característico destas aves. Há canários de cor amarela, vermelha e laranja. A cor dos canários define-se pela espécie, através de dois pigmentos: lipocromo e melanina.

O lipocromo é um pigmento presente na alimentação destes pássaros e existe em dois tipos, resultando na cor amarela ou vermelha; a melanina é um pigmento que o próprio organismo desta ave produz, que escurece o tom do pássaro.

Para aumentar a intensidade da cor dos canários, existem suplementos alimentares que lhes podem ser dados na altura da muda. Deve sempre consultar um especialista, de modo a saber qual o suplemento mais indicado para a sua ave, e quando deverá tomá-lo.

Cuidados com as penas

Os canários são aves que, geralmente, gostam muito de tomar banho. O ideal será ter sempre uma banheira especial para aves, para que ele o possa fazer à vontade. No final do banho, deve tirar a água e trocá-la, para que ele não bebe água suja. Pode também encher uma garrafa de spray com água morna e borrifar para cima dele, caso ele não tome banho por iniciativa própria.

O banho é especialmente importante na altura da muda. A época da muda ocorre uma vez por ano, tendo início em pleno verão e prolongando-se por, aproximadamente, oito semanas. Durante esta fase deve encher a banheira do pássaro duas vezes por dia com água morna, pois o banho irá estimular a quedas das penas.

É importante que a gaiola onde vive o canário esteja num espaço sem correntes de ar, evitando uma possível constipação, especialmente enquanto se seca após o banho. Aproveite as primeiras horas da manhã para colocar o canário ao sol, mas não o deixe exposto ao sol durante demasiado tempo.

Além das penas, é importante ter alguns cuidados com as patas e com as pernas dos canários. Estas devem ser lavadas cuidadosamente com água quente. Pode ainda massajar estas zonas com um creme gordo, ou com uma pomada específica para aves, cerca de três vezes por ano. Se, depois de limpas, as patas e as pernas voltarem rapidamente a aparentar estar escamosas, deve consultar um veterinário, pois poderá estar perante uma infestação de ácaros, que deve ser tratada rapidamente.

Observe frequentemente as garras do seu pássaro: quando necessário, estas podem ser cortadas, caso estejam demasiado compridas, tendo sempre o cuidado de manter a forma natural. O corte das garras deve ser feito em contraluz, para que consiga ver bem os vasos sanguíneos e cortar no sítio correto. Basta cortar a pontinha e tenha bastante cuidado para não cortar excessivamente, correndo o risco de magoar o canário. Para isso, utilize uma tesoura específica para corte de unhas de animais, escolhendo um tamanho indicado para o canário.

Como alimentar um canário

A base da alimentação dos canários são as sementes. Existem diversas misturas disponíveis, que fornecem nutrientes importantes para a vida do canário. Como extra, pode dar snacks de frutas e deve ter sempre grit à disposição do canário, pois este é bastante importante para o sistema digestivo da ave.

Os ossos de choco também têm vários benefícios para os canários, especialmente durante a muda. Também as folhas de dente-de-leão são uma ótima opção. Pode, ainda, oferecer ao seu canário cenouras descascadas, pepino cortado em pequenos cubos, assim como maçãs.

Qualquer fruta ou legume que dê ao canário deve ser retirado da gaiola quando ele não comer, evitando assim que ele ingira algum alimento estragado.

Outras características dos canários

  • Ao longo do ano, o canário passa por três fases: o repouso, que ocorre nos meses de inverno, a reprodução, durante a primavera, e a muda, no verão;
  • Os canários devem ser criados em grupo ou, pelo menos, aos pares;
  • Quando adultos, estes pássaros atingem cerca de 12cm de comprimento;
  • Uma fêmea coloca cerca de 4 ovos;
  • Os canários vivem cerca de 10 anos, dependendo sempre de diversos fatores, como a qualidade de vida que lhes é proporcionada.

Comentários

Deixe o seu comentário